Sisemug se posiciona contrário a terceirização na Saúde

Sindicatos

A diretoria do SISEMUG, sindicato que representa os servidores públicos municipais de Guaratinguetá batalha contra a terceirização do Pronto Socorro da cidade. Em resposta ao ofício encaminhado pela diretoria da entidade, o Ministério Público enviou requerimento à Prefeitura de Guaratinguetá pedindo esclarecimento acerca da tentativa de terceirização dos serviços prestados no Pronto Socorro da cidade, contratação irregular de profissionais sem aprovação em concurso público, além da promoção de processo seletivo em outras áreas do serviço público, como no setor da Educação.
Para o presidente do Sisemug, José Eduardo Aires, a insistência da atual administração em manter as ilegalidades cometidas há anos atenta contra o princípio constitucional da isonomia, já que os servidores públicos efetivos tiveram de prestar concurso público para ingressar nos quadros da administração.
O SISEMUG reafirma sua disposição em defender os interesses da categoria profissional e acompanhará de perto o desfecho do procedimento aberto pelo Ministério Público.

Clique aqui e veja o ofício enviado pelo Sindicato, no dia 07 de Junho de 2017 ao Ministério Público e a resposta do mesmo.

 

Deixe uma resposta